São Luís

Em meio à pandemia, pessoas se aglomeram em parte da península da Ponta d’Areia em São Luís

Aglomeração foi registrada durante o domingo (26) em área nobre da capital. Após flagrantes de desrespeito às medidas de distanciamento social, estabelecimentos foram interditado pela Vigilância Sanitária.

Uma aglomeração de pessoas foi registrada durante a tarde e parte da noite desse domingo (26) na na região da península da praia da Ponta d’Areia em São Luís. O local, localizado na área nobre da capital maranhense, é um dos mais frequentados por banhistas e turistas.

Nas imagens, é possível observar inúmeros grupos de pessoas aglomerados, em uma roda de samba e pagode em parte da faixa de areia. A maioria das pessoas são jovens e não usam máscara.

Em outro vídeo, outro grupo é flagrado sequer usando máscara e desrespeitando o distanciamento social, cantando e dançando. A festa regada a muita música e aglomeração seguiu até parte da noite.

As imagens que mostram o desrespeito das medidas de distanciamento social, impostas por conta da pandemia de “Covid-19”, foram flagradas no mesmo dia em que o Maranhão ultrapassou a marca de 2,9 mil mortes pela doença e chegou a 113.891 infectados.

Após os flagrantes, uma equipe da Vigilância Sanitária do Maranhão e de São Luís esteve no local, na manhã desta segunda-feira (27), e realizou a interdição de um estabelecimento que descumpriu as medidas sanitárias, impostas pela Portaria nº 42, do governo do Estado.

Por meio de nota, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou que os órgãos de fiscalização continuam orientando donos de bares, restaurantes e similares sobre os protocolos que são necessários para a abertura dos estabelecimentos durante a pandemia.

Após aglomeração registrada durante o domingo (26), Vigilância Sanitária realiza a interdição de estabelecimento na península da Ponta d’Areia em São Luís (MA)

Fonte

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo