Entretenimento

Luana Piovani diz que Scooby entrou na Justiça contra ela: “Querendo me calar”

Segundo a atriz, o ex-marido abriu um processo contra ela e incluiu fotos nuas nos documentos

A atriz Luana Piovani publicou, nesta quinta-feira (26), um vídeo em seu Instagram revelando que o ex-marido, Pedro Scooby, abriu um processo contra ela. A audiência será na próxima semana.

“O Pedro está querendo me calar”, acusou. “E eu entendo, porque queima muito o filme dele todas essas vezes que eu venho pra cá contar todas as faltas que ele comete. Só que funciona, é por isso que eu faço”.

No vídeo de 12 minutos, a atriz relembrou casos anteriores em que expôs atitudes do ex-marido nas redes sociais que acabaram se resolvendo, como quando Pedro Scooby deu um celular aos filhos sem sua permissão, ou quando não pagou a pensão por completo.

Piovani acredita também que o processo foi feito em Portugal porque, segundo a atriz, há um tribunal muito favorável ao ex-marido.

“Eu não sei se vocês observaram, mas essa semana mesmo eu postei um caso que teve aqui de agressão em Portugal e a juíza deu o veredito do agressor levar a agredida para jantar”, disse.

Segundo ela, não há lugar mais perfeito porque, no país europeu, “feminismo não existe, os direitos das mulheres aqui são quase que irrisórios e pouquíssimo defendidos”.

E completa com um aviso: “Então, se por acaso eu parar de falar, vocês já sabem por quê. Porque mais um macho alfa dentro do seu patriarcado conseguiu calar uma mãe que expõe as faltas”.

Piovani também acusou Pedro Scooby de desqualificá-la como mulher e mãe ao verificar o processo e encontrar, entre áudios dela com o primogênito Dom, fotos suas nua.

“Não estava entendendo o que as minhas fotos nua tem a ver com o fato dele querer que eu me cale”, disse.

Até que, conversando com sua advogada, Dra. Maria Cristina Câmara, a teoria pensada é que se trata do início de outro processo que Pedro Scooby pode abrir, de tirar a guarda das crianças.

“Uma vez que ele me desqualifica como mulher e como mãe, ele conseguiria tirar as crianças da minha guarda”, opinou.

Horas depois, Pedro Scooby usou as redes sociais para se manifestar sobre o assunto através de sua assessoria jurídica.

Confira a nota de esclarecimento de Pedro Scooby:

“A assessoria jurídica do atleta Pedro Scooby esclarece que o mesmo recorreu à justiça brasileira para que a privacidade dos filhos seja preservada, evitando a exposição internacional dos menores e pondo em risco o melhor interesse da criança e adolescente.

Reconhecendo o risco aos menores da superexposição, o Judiciário Brasileiro proferiu decisão, em 18.01.23, proibindo a postagem de novos vídeos, vedando que se faça “qualquer postagem, por qualquer mídia social, que contenha alusão, direta ou implícita, ao nome do autor e/ou ao nome do autor correlacionado ao nome dos filhos em comum”, devendo o conflito ser resolvido em âmbito familiar.

O descumprimento da decisão judicial implica, além de multa, em desrespeito ao Judiciário brasileiro como instituição do estado democrático de direito e ignora os efeitos nocivos da superexposição dos menores.

Não é verdade, portanto, que Pedro Scooby não se socorrerá da justiça brasileira e dos mecanismos legais de proteção da vida privada dos seus filhos, assegurando seu bem-estar e dignidade.

O diálogo, o espírito de cooperação e o senso de responsabilidade com a exposição na internet são ferramentas indispensáveis para dirimir o conflito, preferencialmente de forma amigável, preservando a intimidade e privacidade dos menores.”

Com informações da CNN Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo