Política

Mourão elogia comandante do Exército nomeado por Lula

"Excelente profissional", disse ele dias após criticar a troca

Dias após criticar a troca no comando do Exército, o senador eleito Hamilton Mourão (Republicanos-RS) elogiou o nome escolhido pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). De acordo com o ex-vice-presidente, o general Tomás Paiva é um “excelente profissional” e possui “o conhecimento e a liderança necessários ao momento”.

– O momento é de afirmação dos valores militares, de não permitir influência política em assuntos internos e de manter os integrantes do Exército unidos e coesos – declarou ele, em entrevista ao colunista Igor Gadelha, do portal Metrópoles.

Neste sábado (21), por outro lado, Mourão havia dito que Lula quer “alimentar uma crise” com as Forças Armadas ao exonerar o comandante do exército Júlio César Arruda sem nenhuma investigação. Para ele, a decisão era “péssima para o Brasil”.

– Se o motivo foi tentativa de pedir a cabeça de algum militar, sem que houvesse investigação, mostra que o governo realmente quer alimentar uma crise com as Forças e em particular com o Exército. Isso aí é péssimo para o país – opinou, em entrevista à Folha de S.Paulo.

A declaração, inclusive, recebeu críticas do ex-ministro do STF Joaquim Barbosa, por meio do Twitter.

– Ora, ora, senhor Hamilton Mourão. Poupe-nos da sua hipocrisia, do seu reacionarismo, da sua cegueira deliberada e do seu facciosismo político! Fatos são fatos! Mais respeito a todos os brasileiros! “Péssimo para o país” seria a continuação da baderna – escreveu o ex-magistrado.

O motivo para Lula decidir pela exoneração de Arruda seria a insistência do general em manter a nomeação do tenente-coronel Cid para o 1° Batalhão de Ações de Comandos (BAC) de Goiânia, após ser acusado de caixa 2 no governo Jair Bolsonaro (PL).

Fonte: pleno.news

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo